quarta-feira, 31 de julho de 2013

Meu Último Adeus.

          Aqui deixo meu legado. Na verdade nem tenho legado. Meu único legado são minhas palavras, mas elas não expressam realmente o que sinto. Sinto dentro de mim uma angústia. Aliás, nem angústia consigo sentir. Dentro de mim há um vazio. E nada o pode preencher.
          Em um instante sorrio para mim mesma; outrora estou a me cortar. Meu coração está corroído, e minha mente jamais sã. (Jamais sã?)
          De minha força já não resta mais nada, nem mesmo para erguer minha cabeça e livrar-me da dor; ela me possuiu, e não há remédio que possa me exorcizar. Só o que resta, portanto, é dizer adeus e nunca mais voltar atrás. Já estou me despedindo dessa vida fútil. Estou cansada de enxergar sombras a me perseguir... De ver vultos e ouvir vozes e não poder me defender. Estou cansada de correr atrás de uma miragem chamada "Esperança". 
          Àqueles que um dia me desejaram felicidades, agradeço por tudo e peço imensas desculpas por desonrar seu desejo. Àqueles que me fizeram mal ou pelo menos me desejaram tal, agradeço por terem me feito sentir que não sou a mais medíocre do mundo - esses cretinos conseguem me superar. 
          Sem mais, já que um texto enorme não seria capaz de descrever nem um porcento do que se passa nesse pseudovazio, despeço-me aqui, e que o inferno vos aguarde.
                        Adeus.

3 comentários:

  1. se ao menos escutar minha voz, não desista você não pode, eu não vou deixar, por que uma vez que o vazio tomou conta de minha vida uma vez que não achava significado para mais um dia nesse inferno que predominava em meu celebro em minha alma você foi uma das poucas mãos que se estendeu a mim e me trouxe de volta para conseguir achar meu significado se ao menos poder escutar minha voz vera que grito teu nome por que não vou deixar você cair
    não deixe que essa escuridão tomar sua alma
    sem antes escutar minha voz
    se minha não te alcançar se eu não poder lhe trazer de volta
    não teria sentido eu sair de minha escuridão...

    Não diga adeus

    ResponderExcluir
  2. *-* Nossa, Nick! Que lindo! Muito obrigada mesmo, mas isso foi apenas um texto, apenas usei para me expressar. Pode ficar tranquilo, não estou dizendo "adeus" de verdade... Eu não faria besteira alguma! Primeiro que eu não tenho motivos, e segundo porque valorizo muito meus amigos, e jamais faria com eles o que eu não gostaria que me fizessem. Te agradeço do fundo do meu coração, porque sei que ser um dia eu realmente tiver problemas, poderei contar com você. E quero que você saiba que comigo é a mesma coisa, ok? Pode sempre contar comigo! ^^

    ResponderExcluir